Arte Nova

Homepage tipografos.netebooks ¶ Arte Nova

Arte Nova

Durou de 1880 até 1914 —poucos movimentos culturais terão tido uma vida tão efémera! Contudo, inundou a Europa com uma explosão de maravilhosos produtos gráficos, artigos de decoração e requintada Arquitectura. 2ª Edição, de 2018.
Conheça o ebook Arte Nova

PDFFaça o download do Índice de Temas e das primeiras 45 páginas do livro: PDF, 45 páginas.

Nos últimos vinte anos do século XX surgiu na Europa um movimento que rapidamente se tornou conhecido como "Art Nouveau". Foi de facto uma Arte Nova, que pôs de lado os estilos historicistas e o Academismo, para lançar uma vaga de novas ideias...

O movimento artístico que hoje tanta atenção atrai, brilha pelas suas qualidades artísticas. Contudo, a excelência dos pintores, ilustradores, joalheiros, arquitectos e marceneiros não nos deve deixar ignorar que a quantidade de produtos Arte Nova que vemos um pouco por toda a Europa se deve à produção industrial em série.

Foi esta que permitiu produzir em tempo recorde muitos milhares de cadeiras, móveis, vidros, cerâmicas, revistas ilustradas e cartazes publicitários. Não esqueçamos que a Electricidade fez a sua primeira aparição na cidade de Paris, quando aí se organizou a famosa Exposição Internacional de 1900.

Poucos anos depois, já Peter Behrens fazia o design de chaleiras eléctricas para a empresa alemã AEG, tornando-se assim, o primeiro designer alemão... Michel Thonet, um industrial alemão emigrado para a Áustria, produziu 14 milhões da sua cadeira de madeira “Thonet Nr. 14”. Fabricada em série, claro.

As capitais européias tinham sofrido uma verdadeira explosão demográfica. A população de Paris passou de um para três milhões de indivíduos em poucos anos. A introdução do Metropolitano tornou-se imperativa, para mover os trabalhadores das suas casas para os seus postos de trabalho. Evoluções semelhantes sofreram Londres, Berlim, Viena e outras metrópoles européias.

Um must para os todos os interessados no Design Gráfico, no Design de Produto e de Comunicação, na História e no Património. Para curiosos, estudantes e formadores. Para todos os que amam a beleza do mundo gráfico da Arte Nova! Textos, fotos e paginação de Paulo Heitlinger.

PDF Faça o download do Índice de Temas e das primeiras 45 páginas do livro: PDF, 45 páginas.

E-book, documento PDF multimédia. Formato DIN A4, horizontal. 450 páginas, 12 Euros.


Compra por Paypal — ou por transferência bancária

.

Mande um email ao autor Paulo Heitlinger, para obter os detalhes relativos ao download do seu exemplar pessoal.
Nesse email, indique se pretende fazer transferência bancária ou se fez a transferência via Paypal.


Designers, artistas, arquitectos...

Introdução Arte Nova, Jugendstil, Japonisme, Samuel Bing, marchand, O «Colonialismo artístico», Loïe Fuller, La Salomé électrique, Sarah Bernhardt, França, Paris, a capital da Arte, Hector Guimard, René Lalique, Eugène Gaillard, Henri Toulouse-Lautrec, Théophile-Alexandre Steinlen, Louis Majorelle, Émile Gallé, Édouard Colonna, Alemanha Darmstadt, Munique, Coburg, A cadeira de Michel Thonet, Peter Behrens, designer industrial , Henry van der Velde, Alfonse Mucha - «Pinups» Arte Nova, Bélgica, Victor Horta, Fotografia de Dora Philippine Kallmus (Madame D’Ora), Félix Nadar, mestre do retrato, Edward Steichen.

Jugendstil em Viena. 1898: A Arte Nova conquista Viena, Gustav Klimt, Emilie Louise Flöge, Egon Schiele, Otto Wagner, urbanista. Joseph Maria Olbrich, Koloman Moser, Josef Hoffmann, Wiener Werkstätte. Inglaterra e Escócia. Arts and Crafts: o futuro na Idade Medieval, W. Morris (1834-1896), Charles Rennie Mackintosh, Aubrey Beardsley, Oscar Wilde, o dandy. Arthur Lasenby Liberty, E.W. Godwin. Holanda. Pratas. Estados Unidos da América, Louis Comfort Tiffany, Roycroft, Frank Lloyd Wright. Movimentos de Reforma, Naturo-Nudismo, Reforma do traje, Reforma alimentar. Fidus (Karl Höppener) exalta o Nudismo. Arte Nova em Portugal, Rafael Bordalo Pinheiro, Aveiro, Braga, Porto, Matosinhos, Esposende, Lisboa, Caldas das Taipas, Azulejos Arte Nova. Azulejos portugueses.

Espanha, A Barcelona de Gaudí, Palau de la Música, Ramon Casas, um pintor “moderno”, Valência, Oviedo, Zamora, Itália. Adolfo Hohenstein, Carlo Bugatti. Arte Nova popular Exemplos vários. Publicidade, Impulsos da Litografia, Jules Chéret, mestre da Litografia. Ó, as bicicletas! Publicações, Revista Ilustrada “Yellow Book” Revista “The Echo”, Revista ilustrada “Chap Book”, Revista “Harper’s”, Magazine Century, Revista “Chat Noir”, “Ver Sacrum”, Revista “Deutsche Kunst und Dekoration”, Revista “Le Canard Sauvage”, Revista satirica “Simplicissimus”, Revista ilustrada “Pan”, Revista “Die Fläche”, Revista “Die Quelle”, Revista “Easter”, Revista ilustrada “Jugend”, Revista “The Fra”. Tipografia. Fonte Moulin Rouge, Fonte Bonnard, Fonte Artistik, Fonte Edda, Fonte Olbrich, Fonte Eckmann, Fonte Böcklin, Fonte Rennie Macintosh, Fonte Belwe, Fonte Bernard, Fonte Kolo, Lettering Ver Sacrum, Fonte Auriol, Fonte Cocote, Fonte Rollers, Fonte Goudy Sans, A fonte Roycroft, Fonte Behrens, de Frank Lloyd Wright, Mojo, Museus e exposições.


Outros e-books

Arte Nova ¦¦ Design em Portugal, de 1870 a 1970

Os Açores, guia cultural e turistico. ¦ As Ilhas Desconhecidas

Alfabetos ¦ Layout ¦ Typeface Design ¦ Revistas para Clientes ¦

Letras dos Romanos ¦ Os Romanos na Península Ibérica

Pedra e Cobre ¦ Cultura Visigótica ¦ Livro do Sal

.

2018 — Copyright by pheitlinger.de